Partilhe nas Redes Sociais

Andre Veríssimo, director do Jornal de Negócios, Nogueira Santos, administrador da Celbi, Alberto Castro, professor da Faculdade de Economia do Porto, Carlos Van Zeller, administrador da Celbi, e António Ramalho, presidente do Novo Banco.

Celbi vence prémio exportação

A Celbi foi distinguida como Melhor Grande Empresa Exportadora – Bens Transaccionáveis. Os Prémios Exportação e Internacionalização são uma parceria Novo Banco e Jornal de Negócios que distingue as empresas com melhor desempenho exportador e premeia os casos de sucesso na internacionalização. No passado dia 6 de Novembro, foram anunciados os vencedores da 7.ª edição, numa cerimónia que reuniu os gestores e empresários que mais exportam e que têm uma forte presença em mercados internacionais.

O prémio foi entregue pelo director do Jornal de Negócios, André Veríssimo, pelo presidente do Novo Banco, António Ramalho, e pelo membro do júri Alberto Castro, professor da Faculdade de Economia do Porto, aos administradores da Celbi, Nogueira Santos e Carlos Van Zeller.

Nesta categoria, os vencedores resultaram de um processo de análise de indicadores compósitos baseados em indicadores económico-financeiros, recolhidos e tratados pela Iberinform. Do universo total de mais de 341.000 empresas que tinham declarado as suas Demonstrações Financeiras anuais através da IES (Informação Empresarial Simplificada), 52.802 registaram exportações em 2016, das quais 3.280 foram analisadas para a atribuição dos prémios. Depois de analisados os dados, o júri seleccionou os vencedores.

O júri dos Prémios Exportação e Internacionalização integrou personalidades independentes da organização do evento: Alberto Castro, professor da Faculdade de Economia e Gestão da Universidade Católica do Porto; Filipe de Botton, presidente do Conselho Diáspora Portuguesa, e Gonçalo Lobo Xavier, vice-presidente do Comité Económico e Social Europeu.