Partilhe nas Redes Sociais

Vista da fábrica da Celbi, em Leirosa, Figueira da Foz

Lucros da Altri ascendem aos 17 milhões de euros

Nos primeiros três meses do corrente ano, a Altri vendeu cerca de 274,3 mil toneladas, o que representa um aumento de 8,2% face ao mesmo período de 2016. No primeiro trimestre foram produzidas 264,4 mil toneladas de pasta, mais 5,4% do que no período homólogo do ano passado. As exportações subiram 8% face ao ano anterior, totalizando 250,5 mil toneladas. As receitas totais da Altri atingiram 159,8 milhões de euros, o que corresponde a menos 1% que em 2016.

Entre Janeiro e Março de 2017 o resultado líquido da Altri foi de 17,12 milhões de euros, valor que representa um recuo de 31,8% quando comparado com os 25 milhões de euros registados no mesmo período do ano passado.

Estes resultados explicam-se pelo preço médio por tonelada de pasta, que nos primeiros três meses de 2017 foi 7,6% inferior ao período homólogo, e pelos investimentos em realização da Celtejo, que afectam a eficiência da produção daquela unidade.

O EBITDA gerado no primeiro trimestre situou-se em 40,1 milhões de euros, traduzindo um decréscimo de 32,2% face ao EBITDA registado no período comparável de 2016. Relativamente ao último trimestre de 2016, verificou-se uma evolução positiva de 3,4% no EBITDA.

  1T 2017 1T 2016 ∆ 1T17/1T16
Receitas 159,8 161,7 -1,2%
Custos operacionais 119,7 109,6 9,2%
EBITDA 40,1 52,1 -32,2%
Margem EBITDA 25,1% 32,2% -7,1 pp
Resultado líquido 17,1 25,1 -31,8%
A unidade de produção da Celtejo, em Vila Velha de Ródão
A unidade de produção da Celtejo, em Vila Velha de Ródão
Vista da fábrica da Celbi, em Leirosa, Figueira da Foz
Vista da fábrica da Celbi, em Leirosa, Figueira da Foz