Partilhe nas Redes Sociais

Responder aos desafios do negócio

As alterações ambientais, as mudanças demográficas estruturais e a escassez de recursos são alguns dos desafios que se colocam à Altri e a toda a indústria de uma forma transversal e global. O aumento da concorrência noutras geografias obriga as empresas a serem mais eficientes e competitivas. Essa pressão incide com maior notoriedade nas regiões com custos de produção mais elevados, como a Europa.

A indústria de pasta de papel precisa de produzir mais madeira sem encarecer os custos de produção. A matéria-prima é um bem escasso e a restrição legal da utilização de eucaliptos em novas áreas de floresta traz um grande desafio à gestão florestal. Neste cenário, só é possível aumentar a produção de madeira se houver uma melhoria da gestão e da eficiência dos processos na silvicultura. Um passo que iniciámos há muito e que continuamos a dar, por exemplo, com o apoio da iniciativa Melhor Eucalipto, desenvolvida pela CELPA.

Estamos a melhorar a ecoeficiência dos processos na exploração da floresta, permitindo aplicar uma economia circular mais sustentável. A recente compra da totalidade do capital da EDP Bioeléctrica mostra a nossa determinação neste desígnio. As cinco centrais de biomassa, com uma capacidade instalada acima de 100 MW, garantem a venda de electricidade renovável a outros operadores e possibilita continuar a estratégia de melhoria do ordenamento e da limpeza da floresta.

Nas unidades fabris há também muito para fazer. Nas tecnologias de informação estamos também a consolidar, optimizar, normalizar, simplificar e automatizar processos e infra- estruturas. Nesta edição, encontra como aplicamos esta visão estratégica para responder aos desafios de negócio, sem deixar as nossas acções para ajudar as comunidades nas quais estamos integrados. Faz parte do nosso ADN.