Partilhe nas Redes Sociais

Lucro de 9,2 milhões de euros no primeiro semestre de 2020

A pandemia Covid-19 acabou por se refletir na procura mundial de pasta de papel. As receitas totais do Grupo Altri no primeiro semestre de 2020 ascenderam a 328 milhões de euros.

No caso dos produtores que utilizam a pasta tissue, matéria-prima para a produção de produtos de papel para uso doméstico, higiene e proteção, a procura continuou em níveis elevados, no entanto, registou-se uma redução significativa da procura por parte de produtores de papéis gráficos, nomeadamente de impressão e de escrita. 

As receitas do Grupo Altri no período em análise foram de 328 milhões de euros, o que corresponde a um decréscimo de 19,5% face ao registado no período homólogo de 2019. Em termos de EBITDA, verificou-se um decréscimo de 55,7%, para os 63 milhões de euros. O resultado líquido dos primeiros seis meses de 2020 ascendeu a 9,2 milhões de euros.

245 mil toneladas exportadas

No período compreendido entre abril e junho de 2020, as unidades industriais do Grupo Altri produziram 269,5 mil toneladas de pasta, das quais 245,7 mil toneladas de pasta papeleira BHKP e 23,9 miltoneladas de pasta solúvel (DWP). 

Em termos de vendas, foram comercializadas 283,1 mil toneladas de pasta (25,7 mil toneladas DWP e 257,4 mil toneladas de BHKP), o que corresponde a um crescimento de 4,1% face ao período homólogo do ano anterior, porém, a uma redução de 1,4% face ao primeiro trimestre de 2020. No segundo trimestre de 2020, o Grupo Altri exportou 245,1 mil toneladas de pasta, o que corresponde a 87% das suas vendas totais de pasta. 

Em termos monetários, as exportações trimestrais ascenderam a 107,6 milhões de Euros. Em termos de preços de venda da pasta BHKP, no segundo trimestre o preço manteve-se nos 680 dólares por tonelada, estando em linha com o primeiro trimestre deste ano, mas 25% abaixo do preço médio registado no segundo trimestre de 2019.

Durante o trimestre em análise, as receitas totais da Altri atingiram 162,4 milhões de euros, o que corresponde a um decréscimo de cerca de 18% face ao período homólogo do ano anterior e a um decréscimo de 2% face ao primeiro trimestre de 2020. As receitas totais associadas às unidades de produção de pasta ascenderam a cerca de 140,7 milhões de euros.

551,8 mil toneladas de pasta produzida no primeiro semestre de 2020
570,3 mil toneladas de pasta vendida no primeiro semestre de 2020
222,5 milhões de euros de exportações no primeiro semestre de 2020
62 milhões de euros de dividendos pagos de aproximadamente

Aumento da produção de energia

A produção de energia elétrica renovável através de biomassa florestal, no segundo trimestre de 2020, atingiu cerca de 182,1 GWh, o que corresponde a um crescimento de 68% face ao segundo trimestre de 2019 e a um decréscimo ligeiro de 1% face ao primeiro trimestre de 2020. 

O crescimento verificado em termos homólogos ficou-se a dever, essencialmente, à entrada em operação da segunda unidade de produção de energia renovável da Figueira da Foz (a Sociedade Bioelétrica do Mondego, SA), no segundo semestre de 2019. 

As receitas totais associadas às unidades de produção de energia através de biomassa florestal ascenderam a cerca de 21,6 milhões de euros, o que corresponde a um crescimento de 64% em relação a idêntico período de 2019 e a um ligeiro decréscimo de 1% face aos meses de janeiro a março deste ano.